Club de
Santo André
Norte

PAUL PERCY HARRIS,O FUNDADOR DO ROTARY INTERNATIONAL

Paul Percy Harris nasceu em 19 de abril de 1868 em Racine, Wisconsin, nos Estados Unidos, ao norte de Chicago. Foi o segundo dos 6 filhos de George N. Harris e Cornelia Bryan Harris. Por problemas financeiros, aos dois anos foi morar, juntamente com seu irmão Cecil, então com 5 anos, com seus avós paternos Howard e Pamela Harris, na cidade de Wallingford, no Estado de Vermont, nos Estados Unidos.

Foi aí que praticamente começou o direcionamento da vida de Paul Harris, como ele mesmo recorda em suas memórias "Meu Caminho para Rotary": “ Eu tive o privilégio de viver em um lar estável, onde não faltava nada e nada era excessivo; onde os ideais eram os mais elevados e a educação era o objetivo supremo.” Esta visão em direção à educação o levou às Universidades de Iowa, onde se formou advogado e obteve o título de doutor honorário na Universidade de Vermont.

Ao receber o seu diploma, Paul decidiu que passaria cinco anos conhecendo o mundo antes de se dedicar à sua nova profissão de advogado. Foi neste tempo que trabalhou como repórter de jornal, professor de economia, ator de teatro e cowboy. Fez também inúmeras viagens pelos Estados Unidos e Europa como representante de uma companhia de mármores e granitos.

Finalmente, em 1896 decidiu advogar em Chicago. O ambiente da cidade era difícil, com muita imoralidade, Incêndios fraudulentos, e falências, melhorando em 1900 com o fechamento das casas de jogos e tavernas, com a Promulgação da Lei Federal de Falências e a segregação da prostituição. Foi advogado durante 32 anos, membro do Colégio de Advogados do Estado de Illinois, do Colégio Americano de Advogados e Presidente da Comissão de Ética Profissional do Colégio de Advogados de Chicago. Em um dia no outono de 1900, Paul P. Harris se encontrou com o advogado Bob Frank para jantar em um luxuoso bairro no norte de Chicago. Eles saíram para uma caminhada parando em algumas lojas no caminho. Harris ficou impressionado com a maneira como Frank tinha feito amizades com muitos dos vendedores.

Desde que se mudara para Chicago para abrir seu escritório de advocacia, Harris não havia encontrado a mesma Camaradagem que Frank tinha com seus colegas empresários, e naquele momento começou a pensar em como encontrar esse tipo de companheirismo que o lembrava da cidade em que ele havia crescido na Nova Inglaterra. Em 23 de fevereiro de 1905 Paul Harris, juntamente com outros três homens de negócios: Silvester Schiele, comerciante de carvão, Gustavus Loehr, engenheiro de minas e Hiram Shorey, alfaiate, reuniram-se no Edifício Unity, na N orth Deaborn Street, 127, 7º andar formando o primeiro clube. O primeiro Presidente foi Silvester Schiele. O clube recebeu o nome de “Rotary” devido ao fato de que seus sócios se reuniam em rodízio nos respectivos locais de trabalho, em um sistema de rodízio. Seu quadro associativo cresceu rapidamente. Em 1907 surgiu o primeiro projeto comunitário: a instalação do primeiro sanitário público da cidade de Chicago, localizado perto da Prefeitura.

Em 1910 foi realizada a primeira Convenção, congregando se os clubes na Associação Nacional de Rotary Clubs. Paul Harris foi eleito Presidente da Associação. Nessa Convenção, por proposição de Arthur Frederik Scheldon, professor de marketing, foi adotado o lema: “mais se beneficia quem melhor serve seus companheiros”. Paul conheceu a sua futura esposa Jean Thompson em 1910 durante um passeio organizado pelo Prairie Club of Chicago, um grupo de amadores de atividades ao ar livre que ele ajudou a formar. Paul e Jean casaram-se em julho Daquele mesmo ano e dois anos mais tarde Paul construiu uma casa com vista para o campo onde eles se encontra ram pela primeira vez. A casa recebeu o nome de Comely Bank, o mesmo nome da rua onde Jean morou em sua infância, em Edimburgo, na Escócia. Paul e Jean não tiveram filhos.

Na 2ª Convenção, em Portland, Oregon, no ano de 1911, Paulo foi reeleito, dedicando-se ao desenvolvimento e expansão. Aprovou-se a proposta de Benjamin Franklin Collins, adotando-se o lema: “Servir, porém não a si próprio. Somente 40 anos depois, na Convenção de 1950, em Detroit, Michigan, EUA, foram oficialmente designados os lemas: “Mais se beneficia quem melhor serve” e “Dar de si antes de pensar em si”. O primeiro Rotary Club fora dos Estados Unidos foi fundado em 1911 em Winnipeg, Manitoba, Canadá. Nesse ano Nasceu a “The National Rotarian” publicação precursora da revista "The Rotarian".

Na Convenção de Duluth, Minnesota, em 1912, o nome foi mudado para Associação Internacional de Rotary Clubes, e encurtado em1922 para Rotary International.

Os Harris viajaram pelo mundo promovendo Rotary, sempre reconhecido como personalidade mundial, destacada, tendo recebido inúmeras condecorações. No Brasil, em 1942, recebeu do Presidente Getúlio Vargas, a “Ordem do Cruzeiro do Sul.

Paul faleceu em Comely Bank em 27 de janeiro de 1947 com 79 anos e foi enterrado no cemitério Mount Hope, nos arredores de Blue Island, perto da sepultura de seu velho amigo Silvester Schiele. Após a morte de Paul, Jean retornou à Escócia, sua terra natal, onde faleceu em 1963, com 82 anos. Em "Meu Caminho para Rotary", Paul atribui os valores nele incutidos por seus avós e vizinhos, a base que o levou à concepção de Rotary:

O Rotary nasceu do espírito de tolerância, boa fé e serviço, qualidades Características de meus familiares e companheiros de infância na Nova Inglaterra. Tenho tentado transmitir minha fé nesses valores a outros Seres humanos, com a mesma intensidade com que ela brilha dentro de mim”.


Notícias do Clube

Tutoriais em Vídeo do novo site

Assista aos vídeos tutoriais com dicas de uso para o novo site do distrito e dos clubes:   Tutorial Unyclub 1 - Orientação inicial para Dirigentes   Tutorial Unyclub 2 - Acesso pelos Associados e como acessar o Aplicativo para celular   Tutorial Unyclub 3 - Atualizando Dados dos Associados (para dirigentes)   Tutorial Unyclub 4 - Inserir Aniversários e Datas (preparação de reuniões - para dirigentes)   Tutorial Unyclub 5 - Gravar Atas e Frequência (para dirigentes)   Postado por Marcelo Carvalho  

Postado em 03 de Julho de 2019 por

Mensagem de Roberta Ferron, Presidente da Interact Brasil

Meus queridos companheiros, Para todos nós da Família Rotária se inicia um dos momentos mais esperado, planejado e sonhado da nossa trajetória. O belo da vida é sabermos que ela não é eterna, sabemos que tudo tem um fim, mas vai de cada um saber aproveitá-lo da melhor forma possível. Tenho certeza que todos são gratos ao ano que acabou de se encerrar, mas é necessário olhar adiante e perceber que o Sol ainda nos irradia.Estamos sendo desafiados ser a conexão, conectar o Rotary com o mundo, com pessoas, sentimentos, vidas. Hoje a MDIO Interact Brasil está completando 20 anos de história e em apenas 4 anos como interactiana já tenho marcas de seus trabalhos que levarei para sempre. Vocês já pararam para pensar que se atualmente somos conectados, se “o Interact é união, é o Brasil monstrando integração” se deve pelo trabalho dessa organização que não tem fronteiras, receios, barreiras, mas sim muitos sonhos. Não amamos aquilo que não conhecemos, em 2019-20 quero levar a MDIO Interact Brasil até cada um de vocês, desejo que vocês a conheçam e se encantem assim como eu.Transformem seus sonhos em objetivos, somente assim eles se tornaram realidade. Nenhum homem é uma ilha, completa em si mesma. Todo homem é um pedaço do continente, uma parte da terra firme.Desejo muita luz para todos vocês, continuem sendo a inspirAÇÃO, quando unimos nossos esforços eles tornam proporções inimagináveis. O Interact não forma apenas líderes, ele forma pessoas de um carácter extremamente único, sejam a diferença dentro de suas comunidades. Sejamos faróis de luz, esperança, conhecimento, amor, energias positivas. A conexão começa com nossa transformação e evolução interna, dentro de nossos clubes, distritos, estados.Não cabe a nós controlar o tempo, o que nos cabe é amar e conectar enquanto é tempo.Interactianamente,Roberta Lazzarotto FerronPresidente da MDIO Interact Brasil.

Postado em 01 de Julho de 2019 por

Breve História do Site do Distrito 4420

O Distrito está de site novo! E aproveitando o momento, vamos contar uma historinha... Dez anos atrás fui convidado pelo então governador eleito Marcos Franco e seu presidente de Imagem Pública Virgílio Pina para participar de um projeto em andamento, que era a construção de um novo site para o Distrito 4420. A ideia era inovadora, fazendo jus ao mote da gestão, e propunha um site com notícias atualizadas, com o objetivo de trazer dinamicidade ao site e assim atrair os rotarianos para visitá-lo frequentemente. O site substituiria o que era mantido já há vários anos pelo Luciano Segura Jr., que funcionava muito bem como site institucional. Assim acabei cumprindo a função de fazer a ponte entre o desenvolvedor terceirizado do site, que entendia de tecnologia, mas não muito de Rotary, com a equipe do Distrito, que conhecia Rotary mas nem tanto dos detalhes técnicos de um site. O site era tocado por um jornalista experiente, o José Silvares, que havia trabalhado no jornal A Tribuna de Santos, e que garantia um conteúdo editorial de excelente qualidade. E foi ótimo o resultado, com um site dinâmico e com notícias variadas todos os dias. Mas ao final do ano rotário, chegando a gestão do Fernando Dias Sobrinho, precisávamos definir um rumo para o site. Apesar de seus ótimos recursos, por ser um site terceirizado e de código compilado era um site mais difícil de mexer e de evoluir, e dispendioso, o que dependia de generosas contribuições para ser mantido ou modificado. Assim decidimos refazer o site, mantendo todos os recursos existentes, mas usando tecnologia própria, o que nos proporcionaria grande flexibilidade para desenvolver os recursos que o Distrito precisava. Apesar de não desenvolver sites “para fora”, eu já tinha experiência na área pelo trabalho desenvolvido internamente na minha empresa (além da formação como Engenheiro Eletrônico pela Poli/USP e experiência como desenvolvedor), e me ofereci para desenvolver esse site voluntariamente. E contei com total apoio e parceria do Fernando nessa missão. Apesar de reconstruído, mantivemos todas as boas conquistas obtidas no site anterior, em especial o aspecto noticioso e dinâmico do site. Mas introduzimos uma mudança editorial. Em lugar de notícias gerais, nossa ênfase seria nas notícias dos próprios clubes, seus eventos e seus projetos. E passamos a incentivar os clubes a enviarem e produzirem material. Inicialmente isso era feito por e-mail, com os clubes enviando suas notícias, e contávamos com a ajuda da Juliana Amorim, jornalista de Santos, para atualizar o site. E o resultado dessa participação dos clubes foi surpreendente, com a audiência do site quadruplicando em um ano, de 5.000 visitantes, que era a média nos anos anteriores, para mais de 20.000 visitas por mês. Então seguimos para o próximo passo, a criação dos Mini-Sites. Nossa proposta não era substituirmos os sites existentes de alguns clubes, mas oferecermos um site sempre dinâmico e com conteúdo renovado automaticamente - havia muitos sites bonitos e profissionais, mas praticamente estagnados no Distrito, o que os tornava ineficazes. Os Mini-Sites eram sites simples, um para cada clube do Distrito, que compartilhavam o mesmo banco de dados do site do Distrito, possibilitando que clubes exibissem seus conteúdos no site do Distrito, ajudando os clubes a mostrarem e serem reconhecidos pelas suas ações, e ao mesmo tempo possibilitava que o Distrito divulgasse suas atividades também diretamente nos sites dos clubes. Inicialmente os Mini-Sites eram bastante básicos, com recursos para envio de notícias, mas poucos recursos para sua manutenção (o que requeria uma participação maior da equipe distrital nessa tarefa), mas tivemos um expressivo retorno dos clubes e crescimento no conteúdo enviado. Tive até a oportunidade de apresentar esse modelo interativo de sites conectados e conteúdo compartilhado em um workshop na Convenção Internacional de Lisboa, registrando o pioneirismo de nosso Distrito. Seguimos desta forma nos anos seguintes, com apoio total dos governadores Zanardo, Joaquim, Shimuta e Maria Luiza, sempre trabalhando muito próximos aos clubes para mantê-los sempre motivados, e provendo-lhes treinamento e suporte continuamente em relação às ferramentas oferecidas. Talvez de todas as atividades, a mais importante e mais gratificante para mim tenha sido essa proximidade com os clubes, esse trabalho conjunto na divulgação de suas realizações. Mas, por se tratar de um trabalho totalmente voluntário, sem nenhum tipo de remuneração, meu tempo como desenvolvedor era limitado às horas vagas, e assim o ritmo de desenvolvimento era lento, mas gradualmente fomos evoluindo e criando novos recursos. Cadastro de Empresas Cidadãs (potencializando sua divulgação e tornando o programa mais atraente para os parceiros), Banco de Profissionais (uma avenida rotária fundamental), ferramentas mais completas para administração do conteúdo do site pelos clubes, com notícias, agenda, fotos, vídeos, arquivos e projetos, e até a geração de boletins automáticos. O resultado foi atingirmos a marca de mais de 50.000 visitantes por mês no site. Também não nos limitamos aos Rotary Clubs – todas as ferramentas e Mini-Sites foram disponibilizados também para Rotaracts, Interacts, Rotary Kids, e Casas da Amizade e ASFARs, integrando toda a família rotária. Em especial o envolvimento dos jovens foi excepcional, com grande apoio e parceria que mantivemos com os RDRs e RDIs. E, seguimos com o suporte aos clubes e manutenção dos conteúdos fixos – nosso conteúdo é tão relevante que praticamente qualquer busca no Google por assuntos rotários traz referências aos nossos sites. Na gestão do Ronaldo, atendendo a um pedido do RI para que os clubes efetivamente adotassem a nova identidade visual do Rotary (tarefa que também procurei incentivar nas ocasiões em que estive à cargo da Imagem Pública do Distrito), disponibilizamos diretamente nos sites dos clubes o logo oficial de cada clube, gerados um a um no Brand Center, permitindo que nosso distrito se alinhasse às novas diretrizes de forma exemplar. A partir de contatos iniciados na Convenção Internacional de Seoul pelo então governador eleito Claudio Takata, começamos o desenvolvimento de um recurso inédito e muito poderoso, que era a integração de nossos sites com o banco de dados do Rotary International e o MyRotary. Nosso Distrito foi o primeiro do Brasil e segundo do mundo a efetuar essa integração – nem mesmo as empresas brasileiras que ofereciam serviços aos clubes disponibilizavam tal integração. Após um processo de licenciamento longo e complexo junto ao RI, assinatura de agreements, do desenvolvimento das ferramentas, e de um rigoroso processo de homologação pelo RI, conseguimos estrear as novas ferramentas na gestão do Claudio. Os sites dos clubes passaram a apresentar a lista de associados atualizada automaticamente com base nos cadastros do RI, bem como seu conselho diretor conforme os cargos registrados, e ainda as informações pessoais de cada rotariano, evitando a necessidade de administração de listas de associados pelos clubes. A prática integração com o MyRotary, que além de autenticar automaticamente os rotarianos com base em seus clubes e cargos oficiais sem a necessidade de cadastros e listas, possibilitava a exibição de conteúdos restritos para cada rotariano em seus clubes e no Distrito de acordo com seu perfil. Mais uma vez a adesão dos clubes do distrito foi excepcional, pois esses recursos ainda consistiam em um incentivo aos rotarianos para criarem seus cadastros no MyRotary. Na gestão do Claudio prosseguimos evoluindo, com a criação da Revista Rotary4420 online, mantida pelo jornalista Marcelino Silva, e contávamos com material sempre atualizado pela jornalista Natali Fernandes sobre os eventos do Distrito, proporcionando uma cobertura ampla dos acontecimentos do Distrito através do site. Os clubes, já com a integração com o RI, novas ferramentas administrativas que lhes proporcionavam grande autonomia e grande incentivo do governador, atingiram recordes de conteúdo sendo postado - nesta época chegamos à marca de 100.000 visitantes mensais para o site do Distrito, uma marca excepcional para um distrito com 2.000 associados. A parceria com o Marcelino produzindo conteúdo jornalístico e gráfico para o site prosseguiu na governadoria do Torci com grande eficiência, evoluindo e harmonizando o padrão visual de nosso site. Mas, a roda rotária precisa girar. Precisamos sempre evoluir e renovar, e assim chegou a hora de uma nova mudança. Para trazer novos recursos que vão além do site, com ferramentas administrativas para o Distrito e para os clubes que proporcionarão maior independência para a equipe distrital administrar seus próprios conteúdos, foi buscada uma solução no mercado. A premissa básica para isso seria essa ferramenta manter os Mini-Sites dos clubes, integrados com o site do Distrito como é hoje, e principalmente permitir a migração de TODO o conteúdo produzido pelos clubes nesses oito anos, de forma a honrar a confiança depositada por eles no site do distrito.  O saldo que ficou pode ser representado pelos números. Justamente para garantir a continuidade do trabalho efetuado pelos clubes e preservar o trabalho realizado nos últimos 8 anos, todo o conteúdo do site atual está sendo migrado para o novo site, e os números de que estamos falando são impressionantes: - 8.729 notícias- 2.970 álbuns de fotos- 140.526 fotos - 4.517 eventos na agenda- 704 vídeos- 180 projetos- 1.027 mensagens- 874 arquivos (boletins, atas, etc)- 344 cadastros no banco de profissionais- 50 cadastros no banco de palestrantes- 108 empresas cidadãs (entre ativas e inativas)- 163 mini-sites (inclui Rotaracts, Interacts, etc)- 189 páginas de conteúdo fixo informativo Desta forma podemos ver e mensurar o maravilhoso trabalho realizado pelos clubes e rotarianos do Distrito, que depositaram suas histórias e confiança nos sites do distrito. Nesta fase de transição minha prioridade absoluta tem sido preservar todo esse legado, para que os clubes, independente da plataforma, possam encontrar todo seu conteúdo preservado, e desta forma possam se sentir estimulados a prosseguirem nessa divulgação através da nova ferramenta. Eu gostaria de encerrar essa breve retrospectiva com um agradecimento aos governadores que apoiaram e acreditaram nesse trabalho, e com um enorme, gigantesco, imensurável agradecimento aos clubes do Distrito e seus associados pela sua fantástica atuação - nenhuma ferramenta tem significado sem conteúdo! Muito obrigado pela oportunidade que me foi concedida de compartilhar essa estrada com vocês! E isso não é uma despedida! Continuarei por aqui, não mais como desenvolvedor, mas administrando o site junto com vocês, ajudando a registrar e a divulgar o maravilhoso trabalho realizado por vocês! A partir de 01/07/2019 o novo site estará funcionando no endereço oficial do Distrito 4420: www.rotary4420.org.br. Os novos sites dos clubes funcionarão exatamente nos mesmos endereços atuais de cada site! Entretanto, por uma questão de nostalgia, os sites antigos continuarão disponíveis, para quem quiser matar as saudades ou acessar algum conteúdo específico de cada ano rotário: www.rotary4420.org.br/1112www.rotary4420.org.br/1213www.rotary4420.org.br/1314www.rotary4420.org.br/1415www.rotary4420.org.br/1516www.rotary4420.org.br/1617www.rotary4420.org.br/1718www.rotary4420.org.br/1819 Marcelo Carvalho Desenvolvedor Voluntário dos Sites do Distrito 2011-2019Presidente da Comissão de Imagem Pública do Distrito 2012-2016 e 2017-2018Distrito 4420 - Rotary International - BrasilTel. (11)99400-0055 (celular/whatsapp)marcelo.carvalho@rotaryspaeroporto.org.br   NOTA: Em breve os dirigentes de seu clube receberão da Secretaria Distrital as instruções para atualização de seu novo site.  

Postado em 30 de Junho de 2019 por

Reuniões |
,